Etanol

Etanol

O etanol de cana-de-açúcar é um dos biocombustíveis mais eficientes do mundo em termos de redução de emissões de gases. De acordo com o relatório de 2009, “Avaliação dos biocombustíveis”, publicado pela United Nations Environment Programme, “O etanol pode levar à redução das emissões de mais de 70%, quando substituído pela gasolina, como está sendo feito atualmente no Brasil”. Se a cana é cultivada e processada corretamente sua emissão será negativa, ou seja, ao invés de adicionar, ela retira o CO2 da atmosfera. A Umoe Bioenergy acredita fortemente que o etanol da cana-de-açúcar é uma das formas mais eficazes para reduzir as emissões provenientes dos transportes. A combinação de terra produtiva e eficiente de matérias-primas de qualidade fazem com que o etanol brasileiro seja uma boa solução em energia renovável e sustentável.

Mais de 50% do combustível automobilístico brasileiro é gerado pela indústria sucroalcooleira. As vendas aceleradas de carros flex deve aumentar ainda mais a demanda por produção de etanol nos próximos anos.

A indústria do etanol utiliza apenas 1,5% das terras cultiváveis brasileiras e produz mais de 50% do total de combustível consumido no país. Em comparação, 48% das terras aráveis são cobertas por pastagem.

A Umoe Bioenergy não afeta o desmatamento da Floresta Amazônica e nossas operações estão situadas a mais de 2500 km da floresta.